Energia Para Voar: A Inovação Que Transforma Negócios

Poderíamos passar horas falando sobre os programas e sobre o impacto que os intraempreendedores têm causado, e como o intraempreendedorismo tem trazido resultados fantásticos! Mas não é sobre nós, é sobre vocês: intraempreendedores, parceiros, mentores, aceleradores, voadores que se jogam no flow, acreditam, se desenvolvem, compartilham, e que juntos estão construindo novos mundos.

Seria muito mais fácil falar sobre todas as empresas que ajudamos a mudar, aprender, crescer, pirar e impulsionar, e sobre todos os intraempreendedores que emergiram nesses anos. Mas a nossa história é o que causamos juntos: cada transformação realizada, cada ideia, cada projeto que foi criado e desenvolvido durante os programas, todas as revoluções que passaram por aqui até hoje. Isso é muito Voe Sem Asas, e o “nós” fala muito de nossa Energia.

Certa vez, um querido mentor nos perguntou sobre qual seria nosso diferencial de mercado, e respondi que, sem dúvidas, é a Energia Voe. No mesmo momento ele retrucou lembrando os parâmetros comuns, como diferencial é ser o “maior”, “melhor” ou “pioneiro”, e logo em seguida, nesta mesma reunião, a maravilhosa Carla Manzotti, que na época estava como nossa cliente no programa Caçadores do Futuro, da Danone, refutou: “O pior é que quem conhece a Voe sabe que a energia é o grande diferencial.” Naquele dia tive certeza de que essa alta energia, a alegria por compartilhar, a busca por aprendermos e melhorarmos, e a conexão humana, geraram algo único: nossa energia.

E não tem como separar a Voe das pessoas, porque aqui o problema é nossa paixão! Ela nos move, impulsiona e renova. As oportunidades que vislumbramos vêm de seus anseios e preocupações, da falta de tempo, dos processos desorganizados, do medo de fracassar. Então, quando nos perguntam quem somos, respondemos que somos uma aceleradora que acredita que só a educação transforma e que o intraempreendedorismo causa. E o que causa vem das jornadas que já vivemos juntos, podendo ser inovação, transformação, identificação, oportunidade, e por aí vai. O que importa é que, se for para fazermos algo juntos, se for para entrar no meet ou sair de casa, é para causarmos!

Então, muito obrigado, amores, por juntos questionarmos o status-quo e entendermos que está ao nosso alcance virar o jogo.

Veja Mais

Cultura

Desenvolvendo Intraempreendedores.

Quantos cursos você já fez? De quantas palestras você já participou? De quantas fontes você já bebeu? Eu imagino que milhares! Mas a grande pergunta